Guerreiro Derrotado






Veja no que me tornei, antes eu pensava
Que podia abraçar o mundo inteiro,
Porem tudo se desfez.
Momentos felizes são como algodão doce
Dissolve-se rapidamente.
Sua sensação de prazer momentâneo
Logo desaparece dando lugar ao fel.
A inércia me envolveu totalmente,
Sinto-me como guerreiro que após ser vencido
Só lhe resta entregar a espada.
A morte lhe seria a melhor saída,
No entanto ele apenas ajoelha
E derrotado aceita a sua condição de escravo.
Seu espírito o deixou... Viver nada mais é
Que a simples condição de estar vivo.
Seu coração ainda bate porque é algo adverso à sua vontade,
Mas se pudesse o faria parar.
E assim segue trabalhando sem saber o porquê,
Alimentando-se para não morrer e a única coisa que pensa
É em consumir a si mesmo.

Sobre o autor

“Escrevo pela simples necessidade de sentir meus próprios sentimentos e ouvir meus pensamentos que vagam sem ressonância neste mundo de surdos. Eu escrevo pra tentar compreender a mim mesmo, não para responder questões às quais nunca saberei a resposta.(Roberto Codax)

Roberto Codax. Tecnologia do Blogger.

Playlist